quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Ultrashipping


Photo by Haris Nukem


Lenitivamente,
O emprego de forças
Em quadris inspirados
Por uma Força
Que não se limita.

Lentamente,
Ações de um frenesi
Glorificando a síntese
De uma febre
A tudo enlouquecer.

Enlouquecer
Como em uma
Profusão de gozos
Jorrados na cara!

Enlouquecer
Como em uma
Alusão a siriricas
Bem dadas!

Enlouquecer
Como em uma
Confusão de punhetas
Nada erradas!

Enlouquecer
Como em uma
Multidão de boquetes
Bastante corretos!

Enlouquecer
E voltar para uma
Foda conectada
A uma navegação
Diminuída em sua
Velocidade,
Exatidão
E inexatidão…

Velocidade permitindo
Demente prazer
Anormal.

Exatidão admitindo
Incoerente pedido
Por mais demência.

Inexatidão aludindo
Ao demente ritmo
De lentíssimos quadris.

Conexão truncada.

Conexão discada.

Conexão travada.

E como não dizer
Que também é
Uma conexão
Muito sacana
Para muita
Putaria?

Inominável Ser
UM
PORNOGRÁFICO
ADMIRADOR
DESTE TIPO
DE SHIPPING




terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Ultraconectividade


Photo by Haris Nukem


Tentáculos bem sutis
Movem meus dedos,
Movem seus dedos,
Movem todos os dedos,
Para dentro de uma
Buceta inundada
De mijo,
De sangue,
De gozo
E de porra…

São meus dedos,
Mesmo?

São seus dedos,
Mesmo?

São todos os dedos,
Mesmo?

Ou a minha mão,
Suas mãos,
Todas as mãos,
São apenas
Uma Mão?

Se for assim,
A piroga no cu
É apenas
Uma piroca;
A piroca na buceta
É apenas
Uma piroca;
A boca na buceta
É apenas
Uma boca;
A boca na piroca
É apenas
Uma boca;
A boca no cu
É apenas
Uma boca;
A língua no cu
É apenas
Uma língua;
A língua na buceta
É apenas
Uma língua;
Toda foda
É apenas
Uma foda;
Todo mundo fodendo
É apenas
Uma Pessoa Fodendo…

Esta é uma história
Que hoje ao mundo
Está sendo contada,
História com pactos
Geridos pela onda
Das velocidades
Na pornodigitalidade
Mais perversamente
Pervertida.

Você está ciente disto?

Você está atualizado?

Você está acordado?

Você está dentro
Deste século
Da era de aquários
Sendo quebrados?

Se está,
Acompanhe bem
A história contada
Pelas boquetadas
Do mundo contemporâneo
Na sua mente
Depravada.

Se não está…
Busque nesta pornoesfera
Disfarçada de vida digital
Princesas
E príncipes
Encantados
Durante o tempo
No qual durar
A sua punheta
Ou a sua siririca.

Ou mostre o seu rabo,
O seu olho do cu,
O seu botãozinho de rosa,
As suas tetas,
A sua buceta
Ou a sua pica
Nesta pornorealidade
Infinita,
Vale tudo no agora
Desta pornoera
Vadia!

Inominável Ser
UM
PORNOGRÁFICO
POETA
DESTA PORNOERA




quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Entreguem-Se, Entreguem-Se, ENTREGUEM-SE!!!


Black Beauty - Casimir Lee


Entreguem-Se,
Eu Exijo
Vossas Entregas
Aos Meus Rituais
De Denso Prazer!

Entreguem-Se,
Eu Exijo
Vossas Carnes
Como Oferendas
Aos Meus Predadores
Lábios Nefastos!

Entreguem-Se,
Eu Exijo
A Exuberância De Vossa
Total Escravidão
Diante Do Meu Trono
Todo De Luxúria
E Todo De
Devassidão!

Entreguem-Se,
Eu Exijo
A Volúpia Amiga
Da Integral Perdição
E O Romper
De Cada Grilhão
Dos Corpos Em
Total Combustão!

Entreguem-Se,
Eu Exijo
O Veneno Fatal
De Vossos Cortes
Com O Lado
Que Menos Glorifica
Vossas Podres
Mortais Carnes!

Entreguem-Se,
Eu Exijo
O Derrotar Da
Falta De Emprego
De Vossos
Abismais Desejos
No Interior
Dos Leitos Onde
Fogo É O Nome
Do Maior
Veneno!

Entreguem-Se,
Eu Exijo,
Aqui Toda Aberta
Em Meu Trono
No Grande Deserto!

Entreguem-Se,
Eu Exijo,
Aqui Toda Aberta
No Interno Trono
Do Grande Deserto
De Vossas Almas!

Entreguem-Se,
Eu Exijo,
Meus Filhotes,
Aos Ninhos Povoados
De Tremor
E Paixão
Que Levem Aos
Submundos Maiores
Da Mais Depravada
Exaltação!

Entreguem-Se,
Eu Exijo,
Meus Filhotes,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A Mim,
A MIM!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

ENTREGUEM-SE!!!

SEM MEDOS!!!

SEM BARREIRAS!!!

SEM MURALHAS!!!

SEM TRAVAS!!!

NAS TREVAS!!!

NAS CAMAS!!!

NOS INFERNOS!!!

NOS ABISMOS!!!

A MIM!!!

A MIM!!!

A MIM!!!

ENTREGUEM-SE!!!

Inominável Ser
LILITH




Maré Que Jamais Cessará


On The Cycle - Casimir Lee


Secarão todos
Os mares
Da Criação,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Gozo Maior
De Todos Os
Gozos Primordiais.

Todos os mundos
Serão desertos,
Todas as vidas
Serão extintas,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Sangue Maior
De Todos Os
Sangues Primordiais.

Tudo será
A Morte,
Tudo será
A Deusa Morte,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Veneno Maior
De Todos Os
Venenos Primordiais.

Todas As Trevas
Engolfarão As Terras,
Toda Treva
Será Toda Terra,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Vinho Maior
De Todos Os
Vinhos Primordiais.

Da Tua Vulva,
Serpente
Das Infinitas Marés
Da Luxúria,
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva,
Da Tua Vulva!

Da Tua Vulva,
Serpente
Da a Infinitas Marés
Adversárias,
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva!

Da Tua Vulva,
Serpente
Das Infinitas Marés
Libertadoras,
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

Inominável Ser
ENTREGUE
À VULVA
DE LILITH




Teu Venenoso Romance


Pleasure - Casimir Lee


Tu não permites
Amor,
Não é uma Filha Do
Amor,
Não é uma Devota Do
Amor,
Não Considere O
Amor,
Mas,
Sabes o que eu
Por Ti
Sinto…

Tu me devoras
Como a furiosa
Vampira Gloriosa
Que Tu És,
Mesmo assim
Sabes o que eu
Por Ti
Sinto…

Tu sugas meu
Sangue inteiro,
Me põe mais
Nas Estradas
Da Loucura
Do que nas Vilas
Da Sanidade,
Mesmo
Sabendo o que eu
Por Ti
Sinto…

Talvez seja mesmo
Loucura
Sentir o que Tu
Sabes
Que sinto
Por Ti…

Talvez o meu
Verdadeiro Prazer
Seja sofrer
Sentindo o que
Por Ti
Sinto…

O que
Por Ti
Sinto,
Afinal?

O que
Por Ti
Sinto,
Aliás?

O que
Por Ti
Sinto,
Oras?

A resposta
Nem eu mesmo
Sei,
Senhora que me
Escraviza…

Somente sigo
Sentindo.

Inominável Ser
ENTREGUE
AO QUE SENTE
POR LILITH