segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

EU DESVIO!!!


Jada Stevens by Richard Avery

EU DESVIO
Para Longe
Dos Túmulos
Dos Humanos
Tolos Abrigos!

EU DESVIO
Para Fora
Do Círculo
Das Gotas
Derramadas
De Lágrimas
Desnecessárias!

EU DESVIO
Das Estradas
Do Esquecimento
E Do Aquecimento
No Vazio
Dos Limbos!

EU DESVIO
Das Retas
Que Traçam
Os Restos De Mundos
Para Os Mortos
E Os Vivos!

EU DESVIO
Dos Passos
Sempre Indecisos
No Meio Das Areias
Do Grande Deserto
Onde Sibilo!

EU DESVIO
Das Sendas
Para Falsos Patriarcas
E Podres Matriarcas
De Temperamentos
Rijos!

EU DESVIO
Cada Momento
Que Não Seja
Aquele Momento!

EU DESVIO
Cada Visão
Que Não Seja
Aquela Visão!

EU DESVIO
Cada Mundo
Que Não Seja
Aquele Mundo!

EU DESVIO
Cada Letra
Que Não Seja
Aquela Letra!

EU DESVIO
Para Horizontes
Onde Sou
O Nascente,
O Poente,
O Meio-Dia
E A Meia-Noite!

EU DESVIO
Para Templos
Onde Abro
A Minha Vulva
Para Os Depravados
Que Saboreiam
O Meu Sangue!

EU DESVIO
Para Cada
Mandíbula Minha
A Estraçalhar
Seus Sonhos,
Suas Certezas,
Seus Pesadelos
E Suas Dúvidas!

EU DESVIO!!!

EU OS DESVIO!!!

EU SOU O DESVIO!!!

EU,
O DESVIO
ACARRETANDO
O EMPENHO
DE VOSSAS CARNES
NAS FONTES
MAIS ABUNDANTES
DO MEU ETERNO
VENENO!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE!!!

DESVIEM-SE
EM MINHA
DIREÇÃO!!!

EU SOU O ATO!!!

EU SOU O PRATO!!!

VÓS SOIS AS REFEIÇÕES!!!

Inominável Ser
LILITH




domingo, 10 de dezembro de 2017

Revelem As Suas Verdadeiras Imagens


Jada Stevens by Richard Avery

Revele
cada imagem
que permite
a razão
do seu apreço
pela sacanagem.

Revele,
esconder imagens
é ato covarde.

Revele,
esconder imagens
é ato chulo.

Revele,
esconder imagens
é ato imbecil.

Revele,
esconder imagens
é ato vil.

Revele,
esconder imagens
é ato daqueles
que preferem
a falsa salvação
das Luzes
ao esclarecimento
da perdição
nas Trevas.

Pois,
tudo revelado
de quatro
a todo descobrir
pertence.

Pois,
tudo revelado
em boquete
a todo expandir
pertence.

Pois,
tudo revelado
em sessenta
e nove
a toda aurora
pertence.

Pois,
tudo revelado
em suruba
a toda coroa
pertence.

Nas Trevas,
depravadas
irmãs,
depravados
irmãos,
ardorosas estão
as verdadeiras
imagens
refletidas pelos
espelhos
das nossas
sacanagens.

E são todas
tão belas
e selvagens…

Inominável Ser
DESVIANDO
TODA IMAGEM
DELE
PARA SACANAGENS
COM
LILITH




sábado, 9 de dezembro de 2017

Qual Espécie De Depravação Você Prefere?


Jada Stevens by Richard Avery

Joguemos
as toalhas
fora,
rasguemos
as máscaras
lá fora
e encaremos
nossa própria
depravação
no cantinho
mais afável
de nossos corações.

Você tem
pregas
para fazer
isso,
sua cadela
depravada?

Você tem
culhões
para fazer
isso,
seu cachorro
depravado?

Se tem
ou não tem,
cadela
e cachorro,
é sempre uma
boa hora
fazer latejar
aquelas partes
que vocês escondem
de si mesmos
nas ceias
de Natal
e Ano-Novo
diante dos outros
cachorros
e cadelas
de suas famílias…

Freud,
Lacan
e Jung,
cada um,
explicaram
a humana depravação
como a natureza
de toda
sensação.

Depravados,
sim,
todos somos,
todos seremos,
todos fomos!

Você
vai negar?

Você
vai fugir?

Você
vai mesmo
se enganar?

Ah,
depravada
cadela,
depravado
cachorro,
deixem de ser
umas merdas
cagando hipocrisia…

Aceita
que dói
muito…

Inominável Ser
DESVIANDO
A DEPRAVAÇÃO
DELE
PARA A
DEPRAVADA
LILITH




sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Ouça O Seu Gozo Escorrer


Jada Stevens by Richard Avery

Ouça
o seu gozo
escorrer
por suas
pernas
como paixão
sincera.

Ouça
o seu gozo
escorrer
por seus
braços
como paixão
graciosa.

Ouça
o seu gozo
escorrer
por seu
rosto
como paixão
voluntariosa.

Ouça
o seu gozo
escorrer
por suas
costas
como paixão
destruidora.

Ouça
o seu gozo
escorrer
por sua
bunda
como paixão
tenebrosa.

Ouça
o seu gozo
escorrer
pelos seus
pés
como paixão
escancarada.

Ouça
o seu gozo
escorrer
pelas suas
mãos
como paixão
lancinante.

Ouça
o seu gozo
escorrer
pelas paredes
do seu
quarto
como paixão
pervertida.

Ouça
o seu gozo
escorrer
pelos lençóis
de sua
cama
como paixão
agressora.

Ouça
o seu gozo
escorrer,
ouça
ouça
ouça
ouça
ouça
ouça
ouça
ouça
ouça…

E realize
as fantasias
mais nítidas
de seu mais
obscuro prazer.

Inominável Ser
DESVIANDO
O ESCORRER
DE SEU GOZO
PARA OS LÁBIOS
DE LILITH




quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Salve A Sua Carne Da Grande Desgraça Deste Mundo


Jada Stevens by Richard Avery

Aprenda
a penetrar
e a deixar-se
penetrar
de verdade,
entregue-se
a todo desejo
do inferno
de sua carne.

Aprenda
a chupar
e a ser chupado
e a ser chupada
de verdade,
entregue-se
ao mais profundo
dos infernos
de sua carne.

Aprenda
a beijar
e a ser beijado
e a ser beijada
de verdade,
entregue-se
ao maior governante
dos infernos
de sua carne.

Aprenda
a foder
e a ser fodido
e a ser fodida,
enfim,
sabendo governar
cada um
dos infernos
de sua carne.

Aprenda,
quebre cada
regrinha
mais escrota
que te encarcera.

Aprenda,
assassine cada
lição escrota,
que te ensinaram
ou que você
escrotamente
aprendeu,
que te impede.

Aprenda,
explore o fogo
dos seus
infernos,
explore a
danação eterna
de sua carne.

Aprenda,
trocando de pele
como
A Serpente Eterna.

Aprenda,
assumindo
nova pele
como
A Serpente Renegada.

Aprenda,
se tornando
uma Serpente
como
A Serpente Desgraçada.

Inominável Ser
DESVIANDO
SEU APRENDIZADO
PARA DENTRO
DA VULVA
DE LILITH